quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

O que farei na vida depois da tese...

Todos os dias imagino o que farei depois da tese. Porque vivo intensamente o momento de agora, não quero cair naquele palavreado de “vazio depois da tese”. Tenho mil planos (que se parecem com aquelas promessas de início de ano). Quando entreguei a dissertação, eu fui para o Ceará atrás de meu passado. Queria expurgar alguns gritos insanos. Consegui em partes e vivi dias felizes. A defesa de dissertação era o que menos pensava naquela época. O que ansiava era um acerto de contas com o futuro. Talvez agora vá ser um pouco diferente, mas se me conheço bem vou curtir os dias que antecedem vendo bons filmes, lendo bons livros, inventando uma nova vida.

Planos insano-intelectualóides::::

** Assistir aos mais de 60 filmes que comprei em Paris. Estão todos esperando a Milena pós-tese, como se fosse uma entidade sobrenatural...

*** Ler nesta ordem ou na que mandar o desejo:
* Ulisses, de Joyce;
** Em busca do tempo perdido, de Proust (terminar, pq estou no terceiro volume);
*** Obras escolhidas, de Artaud (tb terminar, porque já li alguns);
**** ... ai ai! Tenho tantos livros para ler! Quero ler uns dez romances antes de qualquer outra coisa. Dos mais fininhos aos mais grossos! Fazer um passeio pelos meus desejos de leitura.

E ler bastante literatura brasileira. Misturar com alguns livros de crítica também brasileira. Outra lista enorme. Os livros que fui colhendo lá no blog do Halem ajudaram a compor esta lista esdrúxula que irei revelando na medida em que for lendo, assim espero! E ainda tem os livros das conversas com a Denise, com o Marcio... Lerei Nelson Rodrigues que o menino sabido de teatro de indicou. E lerei cinco livros da Clarice para me apaixonar outra vez por ela. E aqueles antigos, bem antigos!

E ainda tem a música::: quero pôr os pés para cima e ouvir, ouvir e ouvir.

Vazio de tese? Imagina: a vida está preenchida com novos sempre antigos desejos. Abarrotada.

3 Palavrinhas:

Fictícia disse...

Milena, sei o que vc está passando ! EU entreguei minha tese de doutorado em NOV/2007... existe vida Pós-Tese !!! Acredite !!!!! E não existe vazio, mas um grandissíssimo alívio ! Muita força e um grande abraço !

Halem Souza disse...

Quer dizer que existe "vida após a tese"? Ainda bem...Hehehehe... Um abraço.

Sérgio Rivero disse...

Hum..gostei da lista....Ainda chego no proust.eheheh Beijo! Sempre bom te ler aqui.