domingo, 8 de fevereiro de 2015

Nina



Nina nos escolheu. e isso virou uma grande responsa. e uma alegria. não sou adepta de tratar os animais com mais atenção do que se trata as gentes. sou desatenciosa tanto com um quanto com outro. mas sou louca pela Nina. como já fui louca pelos meus outros gatos, Joplin, Janis e Lady, que viveram comigo há muito tempo, quando eu era outra. Nina veio. não demos a menor atenção. e mesmo assim ela não foi embora. então, demos atenção e nunca mais paramos de dar, a ponto de Poeminha dizer: "nossa família somos eu, mamãe, papai e a Nina". acho justo. acho de bom tamanho, embora nos dias ternos eu fique imaginando que seria bonito outra pessoinha desarrumando a casa junto com Poeminha.

Categories:

2 Palavrinhas:

Marcio Renato disse...

Então, você já pensando no segundo, e eu nem no primeiro ainda, acredita?

vovó ziza disse...

Acho bom...os bichos tem sensibilidade aguçada e escolhem seus iguais ...quem sabe agora vem uma poesia doce e terna ...eu aqui torço sempre ...bj