domingo, 26 de abril de 2009

ou isto ou aquilo

Minha maior dificuldade? Sem dúvida, estabelecer prioridades. Consequência do fato de desejar por todos os poros. Nunca sei se priorizo as leituras, ou os filmes, ou o tempo com ele. Ou se crio jeito e termino os artigos pela metade que amontoam o chão embaixo da escrivaninha - por falta de gavetas. Ou se tomo vergonha e envio minha tese para editoras antes que ela caduque de vez. E isso tudo rivaliza com a compulsão pela casa limpa. Também nunca sei se guardo dinheiro para uma viagem, para uma super máquina fotográfica, um sofá ou um armário de cozinha. Ou se compro todos os cds e livros que acho que preciso. Agora, o quarto do Poeminha se impôs. A escrita de uma apostila que pagará o quarto, também. E penso que tem sido assim: os prazos mandam em mim. As prioridades se fazem sozinhas. Qual o consolo nisto tudo? Todas as minhas opções são muito prazerosas - ou quase todas.
.
.

Categories:

2 Palavrinhas:

Halem Souza disse...

Então; se tudo é prazeroso, para que se "torturar" com as dúvidas?

Um abraço.

Tata disse...

querida,
bebês nascem sem quartinho, sem decoração, sem perfumaria. seu bebê só vai precisar de vc, do teu colo, do teu peito, de umas roupinhas pra vestir, de um sling pra mantê-lo juntinho de vc. o resto é luxo. e gente como vc não precisa do luxo. pq vc é essencial.
bjo