sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Persona

Ontem, assisti a Persona, de Bergman.
Creio que não preciso dizer que.
...
Há momentos em que basta o espanto.
O de agora é cheio de.
Sinto que vivi até agora para chegar até aqui.
Para me contrapor.
E ao mesmo tempo parecer absolutamente tranquila.
Persona, impossível morrer sem.
.
.
.
Categories:

2 Palavrinhas:

QuincasB disse...

o conhecimento vem do espanto

Cris Madame disse...

Ok !! Me lembrei da Hora do Espanto dos meus tempos de adolescente !! As vezes acho que o tal espanto não existe mais... mas daí meu surpreendo com algo que achei que nunca ia assistir na vida... ESPANTO !! As vezes é bom, as vezes ele é ruim ! Milena, agora entendi a sua saga de férias, moradia, etc... Mjuito legal !!!