quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Sonny Rollins


O que não tem preço?
Ver e ouvir Sonny Rollins com a Mari na véspera do meu niver no Parque do Ibirapuera.
Não é sempre que podemos ver e ouvir uma lenda do jazz.
Ao meio-dia.
Digrátis.
O sol nos deixando mole.
E o seu saxofone nos enfeitiçando.

Queimando a pele toda por dentro e por fora.
Categories:

1 Palavrinhas:

Sérgio Rivero disse...

ai ai ai...
inveja inveja inveja....